Terça Traquina – Preparando seu filho para a escola


Preparando Seu Filho para Estudar

Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela, e mesmo com o passar dos anos não se desviará deles.

Provérbios 22:6

Cada criança vem com seu proprio temperamento. Como pais, devemos lidar com cada filho e seus comportamentos na medida em que eles melhor aprendam a lidar com os desafios da vida. Pensando no inicio de aulas achei bom tratar uma area que podia aparecer durante os primeiros dias ou semanas de aula.

Ansiedade de Separação

Quando ansiosas sobre a separação, crianças exibem comportamentos diferentes:

  • Choro ou reclamação
  • Se segurando ao pai ou mãe (segurando a perna ou braço, querendo ir para o colo, se escondendo atrás do pai ou mãe)
  • Timidez
  • Silêncio (ao invés de constante fala)
  • Não desejo de interagir com outros, mesmo sendo eles familiares (outro pai, avô ou avó, amigo)

Situações como se mudando para uma nova casa, uma mudança de responsável, o nascimento de um novo irmão ou irmã e começando a estudar podem acionar ou aumentar em escala sentimento de ansiedade da separação.

Em circunstâncias normais, a ansiedade de separação é o resultado temporário de uma coisa que todos os pais querem e procuram manter: a interligação com seus filhos. Enquanto as crianças desenvolvem um senso de segurança em suas casas e com seus pais, começam a perceber que as pessoas podem sair e retornarem, e ganharem confiança que o responsável que promete retornar irá realmente retornar, a ansiedade de separação geralmente acaba.

Diminuindo a ansiedade de separação

Lembre-se, a ansiedade da separação é normal no desenvolvimento da criança. Você não vai poder sempre se esquivar de abraços apertados em suas pernas ou tchaus cheios de lágrimas, mas você pode preparar sua criança para separações e fazer coisas que façam crescer a confiança e segurança da sua criança sobre seu retorno.

Para bebês e pré-escolares aprendendo a se separarem de seus responsáveis, algumas estratégias são:

  • Desenvolva um ritual de “adeus”. Rituais dão segurança e podem ser simples como um adeus especial pela janela ou um beijo especial.
  • Tenha uma atitude calma e positiva. Bebês e pré-escolares são sensíveis aos sentimentos dos pais e vão sentir a tensão na sua voz, rosto, toque e gestos. Não se entregue as lágrimas do seu filho, que tem como missão fazer você ficar. Se você continuar voltando cada vez que seu filho chora, grita e faz uma cena, você reforça o comportamento ansioso dele.
  • Quando você sair avise que você irá retornar, e então saia. Não fique repetindo adeus. Isso fará que seu filho se torne mais ansioso e mais aborrecido. Diga a sua criança onde você está indo e quando você irá retornar em maneira que ela possa entender. Não fuja sem que seu filho veja e sem dizer adeus, isso tirará o sentimento de que seu filho pode confiar em você.

Quando sua criança crescer mais, você pode fazer outras coisas que promoverão segurança sobre separação, incluindo:

  • Escute os sentimentos da sua criança. Deixa que sua criança saiba que você a entende e reforce que você retornará. Uma frase como “Eu sei que você está triste. Eu também sentirei saudade”, ajuda mais do que falar para seu filho que ele está chorando à toa.
  • Honre seus compromissos com seus filhos, especialmente os horários. Preste atenção especial sobre pegar sua criança no tempo certo ou voltando para casa quando você diz que retornará. Adicionalmente, procure outras maneiras de honrar compromissos, mesmo os pequenos, para construir confiança e segurança.
  • Planeje e fale sobre boas atividades com antecedência. Ajude a sua criança a se preparar a estar longe e a esperar respostas positivas. Deixe que sua criança saiba como te achar se for necessário.

Efeitos da Ansiedade da Separação

Dependendo da severidade da ansiedade da criança, a ansiedade da separação pode limitar as atividades da criança e seu envolvimento na vida. Adicionalmente, medos profundos sobre confiança, amor e segurança podem ter impacto negativo na habilidade da criança quando adulta ter relacionamentos saudáveis.

Alguns resultados específicos da ansiedade da separação incluem:

  • Isolamento – crianças podem limitar suas atividades devido ao medo da separação.
  • Distanciamento – conforme crescem, crianças podem reconhecer seus medos como anormais e se separar dos outros.
  • Dificuldade em desenvolver relacionamentos – sem um senso de segurança e confiança em outras pessoas, crianças podem ter dificuldades em se conectar com outros, seja como professores, amigos e parentes.

Quanto tempo dura a ansiedade da separação? Varia de criança para criança, e como os pais respondem a ansiedade. Em alguns casos, dependendo do temperamento da criança, a ansiedade da separação pode durar desde a jovem infância até o fim do Ensino Fundamental. Em alguns casos a ansiedade da separação interfere com as atividades normais de um pré-adolescente, e pode indicar algo mais profundo. Se a ansiedade da separação aparece sem precedentes em um pré-adolescente, talvez haja outro problema, como bullying ou abuso. Fiquem atentos.

(texto traduzido e adaptado, fonte desconhecido)

Kathy Short